Poemas que marcaram a minha vida...

sábado, 2 de maio de 2009

Porque é que este sonho absurdo


Porque é que este sonho absurdo
a que chamam realidade
não me obedece como os outros
que trago na cabeça?

Eis a grande raiva!
Misturem-na com rosas
e chamem-lhe vida.


José Gomes Ferreira

4 comentários:

A.S. disse...

Alexxa...
Tantas vezes a realidade nos parece um sonho!
Sim... misturem-se as rosas! Pelo menos a realidade terá o seu perfume...


Beijos!

Nilson Barcelli disse...

Um grande poema de um grande poeta.

Querida amiga, está há vários dias sem publicar nada... já tinha visto este post e estava convencido que tinha comentado...

Beijo.

Paola disse...

Um grande poema,amiga.Assim como a realidade... mesmo que sequem as rosas... apesar dos espinhos... a vida continua...

Grande ausência, a tua. Enorme intervalo... Há que regar o teu jardim... por aqui...

Beijinhos

Alexandra disse...

Obrigada, a todos, pelos comentários sempre tão gentis.

De facto, tenho estado ausente devido a múltiplos factores,um deles o trabalho, mas espero retornar em força muito em breve. Agradeço o vosso carinho - bem hajam!