Poemas que marcaram a minha vida...

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Devias estar aqui rente aos meus lábios


Devias estar aqui rente aos meus lábios
para dividir contigo esta amargura
dos meus dias partidos um a um

- Eu vi a terra limpa no teu rosto,
Só no teu rosto e nunca em mais nenhum


Eugénio de Andrade

5 comentários:

Cris Animal disse...

Antes de mais nada obrigada pelo seu carinho, pela força. A nossa esperança é nutrida éla união daqueles que comungam dos mesmos ideias e crenças. Eu, acredito na libertação dos animais!

Seu post mostra uma certa amargura. Essa sensação de querer estar com alguém quando não podemos e quando só esse alguém poderia nos fazer a real companhia que precisamos amarga o coração. Entretanto, sempre costumo dizer que depois de um dia, virá outro e nesse outro dia, surpresas nos aguardam....é a vida em movimento.
Linkei vc....agora seguindo seus rastros......rs
beijo
...............cris Animal

Nilson Barcelli disse...

Parabéns pela escolha do poema e da foto.
Tens bom gosto...
Beijo.

Nilson Barcelli disse...

Não há mais...?
Beijos.

A.S. disse...

Alexandra,

A simplicidade e a beleza poética de Eugénio de Andrade, são puro fascinio!...


Beijos...

Alexandra disse...

Obrigada a todos pela visita e pelo carinho do comentário.


Beijinho!